Negócios Turismo


De acordo com o SEBRAE (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas), embora a atividade turística no Brasil venha crescendo rapidamente, o ramo ainda carece de organização. Isto porque muitas das modalidades de turismo que vêm sendo praticadas (como ecoturismo, turismo rural, agroturismo, turismo cultural, turismo religioso) ainda têm ares de novidades e, consequentemente, a maioria das empresas ainda não adquiriu experiência o bastante.

Esse mercado relativamente novo, onde todo mundo ainda está aprendendo como trabalhar, pode ser visto como um paraíso do empreendedorismo, afinal, ainda há muita coisa a ser descoberta. E é para lhe ajudar a desbravar esse mercado que iremos apresentar algumas oportunidades de negócio na área de turismo. Acompanhe a seguir!


Oportunidades de negócios 2013. Ideias de negócio turismo


Recepção e transporte para jogos de futebol

Serviço receptivo para turistas que vão assistir a jogos de futebol. Entre os serviços que podem ser oferecidos, vale citar passeios, ingressos, transporte, guias e kits com material sobre a história do clube. Também é possível organizar excursões para ver jogos em outros estados e no exterior.

INVESTIMENTO:
• estrutura: R$ 50.000 (computadores, elaboração de site, criação de identidade visual, material de divulgação em hotéis, compra de ingressos antecipados)
• capital de giro: R$ 15.000
FATURAMENTO MÉDIO MENSAL: R$ 12.000
FUNCIONÁRIOS: 2 (1 gerente comercial e 1 agente de turismo), além de guias freelancers
PRAZO DE RETORNO: 24 a 30 meses


Viagens para a neve

Agência de turismo especializada em organizar viagens para destinos com neve, como Bariloche, Argentina. O foco são turistas ocasionais, que pretendem descansar em resorts, e esportistas, que praticam esportes na neve, como o snowboard.

INVESTIMENTO:
• estrutura: R$ 150.000 (escritório, computadores, telefonia, internet e desenvolvimento do site)
• capital de giro: R$ 150.000
FATURAMENTO MÉDIO MENSAL: R$ 100.000
FUNCIONÁRIOS: 4 (3 vendedores e 1 na área administrativa)
PRAZO DE RETORNO: 48 meses


Agência de turismo receptivo

As agências receptivas são responsáveis pelos turistas desde o desembarque até o check-in da volta. Por isso, têm de estar preparadas para organizar excursões — incluindo roteiros customizáveis para lugares remotos —, agendar hotéis, alugar carros e resolver problemas como roubos de passaportes. Para conseguir atrair um maior número de turistas, é preciso um excelente relacionamento com as operadoras de viagens do exterior. Feiras e eventos internacionais do setor são ótimos locais para cultivar relacionamentos. Um site em diversos idiomas também ajuda na divulgação da empresa.

INVESTIMENTO:
• estrutura (equipamentos e instalações): R$ 10.000 (2 computadores com sistema de gestão e operação de agências de viagem, site em inglês e português, internet e telefone)
• capital de giro: R$ 40.000
FATURAMENTO MÉDIO MENSAL: R$ 50.000
FUNCIONÁRIOS: 4 (o dono, 1 operador, 1 financeiro e 1 office-boy)
PRAZO DE RETORNO: 24 meses

• Saiba mais sobre turismo receptivo.


Agência de viagens exóticas

Focadas no público A, agência de viagens exóticas pode explorar uma vasta gama de destinos: safáris na savana africana, rotas arqueológicas nos Andes peruanos ou passeios pelos templos e palácios do sudeste asiático (Laos, Camboja e Vietnã), entre muitos outros. Uma agência pequena pode até ser tocada por uma única pessoa, desde que ela tenha experiência e contatos no ramo, de companhias aéreas a redes hoteleiras. Além disso, o escritório pode ser instalado na própria residência. Um negócio mais seguro, no entanto, demanda o investimento em espaço físico exclusivo e contratação de atendentes treinados.

INVESTIMENTO:
• estrutura: R$ 30.000 (reforma do espaço, móveis, 2 computadores, linha telefônica, internet, site e software de controle de viagens)
• capital de giro: R$ 30.000
FATURAMENTO MÉDIO MENSAL: R$ 40.000
FUNCIONÁRIOS: 4 (o dono e 3 atendentes)
PRAZO DE RETORNO: 18 meses


Turismo para a terceira idade

A expectativa de vida do brasileiro aumenta a cada ano, cai a taxa de natalidade e assim a população se torna cada vez mais velha. Portanto, longe de formar um grupo de excluídos, os idosos são um poderoso contingente de consumidores que até pouco tempo atrás eram desprezados pelos marqueteiros e representam uma excelente oportunidade para quem quer iniciar ou incrementar um negócio.

Uma das opções para quem quer atuar nesta área é montar uma agência de turismo para terceira idade, que ofereça viagens e passeios urbanos em vans ou ônibus. Além dos cuidados básicos, como segurança e pontualidade, uma agência de turismo do gênero pode oferecer diferenciais, como a escolha de trilhas sonoras de acordo com o perfil de cada grupo, para serem ouvidas durante o trânsito. Ou então procurar estimular a formação de grupos fixos para novos passeios. Além disso, é fundamental que, em caso de utilização de ônibus para o transporte dos idosos, sejam escolhidos veículos que tenham degraus mais próximos do chão.

A terceirização do serviço de transporte pode ser conveniente para livrar-se de assuntos que não têm a ver com o negócio propriamente dito, como manutenção mecânica, recrutamento de motoristas e espaço para estacionar os veículos.

INVESTIMENTO:
• estrutura: R$ 20.000 (telefone, fax, computador, internet e escritório para 2 pessoas)
• capital de giro: R$ 20.000
FUNCIONÁRIOS: 2 (o dono e 1 auxiliar administrativo)
RISCO: Médio


•••

Para mais informações e oportunidades de negócio no ramo turístico, confira o site do SEBRAE.


(Com informações do Pequenas Empresas & Grandes Negócios)

•••

→ Confira, também, oportunidades de negócios em casa.